Como aprender sobre vinhos: guia para iniciantes

O vinho pode ser apreciado em diversas ocasi√Ķes, desde jantares com algu√©m especial ou amigos, at√© piqueniques, almo√ßos e at√© grandes eventos como anivers√°rios, formaturas e casamentos. Para garantir a melhor experi√™ncia, escolher um bom r√≥tulo √© crucial.

Esteja voc√™ saboreando sozinho ou sozinho, com um ente querido ou dando uma garrafa de presente a algu√©m, pode ter certeza de que as informa√ß√Ķes deste artigo o ajudar√£o a fazer a escolha certa.

Tipos de vinhos

Antes de sair para encontrar o vinho perfeito, vale a pena entender as diferen√ßas entre cada r√≥tulo, pois eles t√™m caracter√≠sticas espec√≠ficas e podem variar de acordo com a cor, teor de a√ß√ļcar, sabor, for√ßa, teor alco√≥lico, tempo de armazenamento e muito mais.

Vinhos tintos

O vinho tinto é feito a partir de uvas tintas como Malbec, Merlot e taninos, podendo ser varietal ou misto (produzido a partir de mais de uma variedade). Suas características variam de acordo com a variedade escolhida, terroir e método de vinificação.

S√£o bebidas com mais taninos (um polifenol encontrado nas cascas das uvas tintas) que d√£o uma sensa√ß√£o “seca” na boca, como quando mordemos um caqui ou uma banana verde). Geralmente, s√£o vinhos mais encorpados.

Vinhos brancos

Os vinhos brancos tendem a ter acidez, o que aumenta a salivação ao beber e é mais leve no paladar. Além disso, são mais aromáticos, com notas frutadas e florais.

Vinhos espumantes

A principal característica do espumante é a presença de bolhas, as bolhas que se formam quando a garrafa é aberta. São bebidas curinga, leves e super refrescantes, com acidez notável.

Vinhos rosés

Os vinhos ros√©s s√£o outro tipo de vinho leve e f√°cil de beber. √ďtimos para os dias mais quentes, costumam ter um aroma mais frutado.

Eles podem ser preparados de diferentes maneiras e, em qualquer caso, tendem a ser leves, muito frescos e uma bebida despretensiosa.

Tipos de uvas

Para quem não sabe como escolher o vinho ideal, entender os diferentes tipos de uvas utilizadas na produção do vinho é um ótimo ponto de partida. Isso porque essas variedades possuem qualidades específicas e sabendo quais são, você já tem um bom guia sobre o que o rótulo pode oferecer em termos de caráter aromático, sabor, intensidade e corpo.

Vale ressaltar, no entanto, que o resultado final de um vinho depender√° de in√ļmeras caracter√≠sticas desde a produ√ß√£o at√© o engarrafamento, incluindo terroir, termo franc√™s n√£o traduzido que se refere a uma s√©rie de caracter√≠sticas do solo em que as uvas s√£o cultivadas , bem como o clima e a m√£o de obra utilizados na confec√ß√£o dos r√≥tulos.

Cada um para cada ocasi√£o

Apreciar o vinho não é um hábito rápido, mas um longo processo de desenvolvimento do paladar.

Uma boa opção para quem está começando e não sabe qual vinho comprar é escolher os rótulos de acordo com a ocasião. Por exemplo: se estiver a organizar um almoço ao ar livre ou mesmo um piquenique, pode optar por bebidas leves como vinho branco sem passagem por madeira, rosés frisantes e espumante.

Além disso, vale a pena escolher embalagens que sejam fáceis de abrir nesses espaços, como vinho em latas, saquinhos ou garrafas com tampa de rosca.

Por outro lado, em eventos noturnos como jantares, vale a pena acrescentar uma carta de vinhos mais completa. Comece com um aperitivo de op√ß√Ķes leves, como o espumante, e escolha uma garrafa para acompanhar o prato principal, muito dependendo da refei√ß√£o escolhida. Termine a noite com vinhos de sobremesa, mais doces e licorosos.

Harmonize

Quando o assunto √© vinho, a harmoniza√ß√£o √© um ponto importante. Isso porque, ao escolher um exemplar que combine com o prato, o resultado √© uma experi√™ncia gastron√īmica de primeira. E vice-versa: escolher um r√≥tulo que n√£o condiz com uma refei√ß√£o pode ofender o paladar.

Em geral, al√©m de carnes brancas, peixes e frutos do mar s√£o boas op√ß√Ķes para harmonizar com Sauvignon Blanc e Chardonnay, ros√© e espumante, desde que o prato n√£o seja excessivamente picante.

J√° as carnes vermelhas e gordurosas exigem tintos mais intensos (como Malbec e taninos). As sobremesas, pela sua do√ßura, acompanham bem vinhos generosos como o Porto e outras op√ß√Ķes de vinhos generosos.

Não se esqueça do clima

O clima é um fator importante na escolha do vinho ideal. Isso porque, enquanto alguns dos rótulos mais fortes criam uma sensação de calor no corpo e são ótimos para o inverno, outros têm um frescor e acidez perfeitos para um dia quente à beira da piscina ou mesmo à beira-mar.

Em dias mais frios, como outono e inverno, prefira destilados com maior teor alcoólico, como Malbec, Cabernet Sauvignon, Tempranillo, etc. Se quiser provar espécimes brancos, compre a opção com acesso ao barril.

Sendo essas as principais informa√ß√Ķes que voc√™ deve saber antes de come√ßar a degustar vinhos, n√£o se esque√ßa de aproveitar o momento!

Joice Franco
Joice Franco

Apaixonada por vinhos e editora do site IndicaVinhos.com

A venda de bebidas alcoólicas é proibida para menores de 18 anos. Aprecie com moderação. Se beber, não dirija.

ūüć∑ Indica Vinhos
Logo